Livro de ‘Era uma vez em Hollywood’ desvenda mistério de Cliff Booth

Livro de ‘Era uma vez em Hollywood’ desvenda mistério de Cliff Booth

O lançamento, nesta última terça-feira dia (29), do livro ‘Era uma vez em Hollywood’, escrito por Quentin Tarantino e baseado em seu último filme, desvenda alguns mistérios que ficaram em abertos na trama cinematográfica.

A principal delas diz respeito ao passado do personagem Cliff Booth, interpretado comicamente por Brad Pitt. O dublê hollywoodiano e parceiro inabalável do ator Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) possui sérias dificuldades de conseguir um trabalho em alguma produção. O motivo é porque todas as pessoas dos bastidores em Los Angeles sabem do passado do personagem.

Em resumo, Cliff é acusado de ter assassinado sua esposa com uma espingarda em um barco há muitos anos atrás. O casal estava sozinho na ocasião, o que reveste a cena de mistério por ninguém saber factualmente se o incidente foi premeditado ou um mero acidente.

Apesar do filme mostrar rapidamente o contexto do incidente em um flashback de Cliff com sua esposa no barco, a cena é rapidamente cortada e acabamos por não saber como se dá o desfecho do caso.

Entretanto, Quentin Tarantino joga um pouco de luz sobre essa situação nas páginas de ‘Once Upon a Time in Hollywood: A Novel’ (título original do livro), que já se encontra disponível para compra na Amazon.

Se nas telas do cinema a cena lançava a dúvida no expectador sobre o que realmente acontecia, Tarantino procurou explicar o incidente de forma mais aprofundada no seu novo livro. É exposto o seguinte no romance:

“No momento em que Cliff atirou em sua esposa com arma de caçar tubarão, ele soube que foi uma má ideia. ” A cena ainda ganha uma descrição bastante sangrenta: “ele a acertou debaixo do umbigo, partindo ela pela metade com as duas partes acertando o deck do navio com um ‘splash’”.

O livro explicita que a narrativa que isenta Cliff de culpa. Tarantino afirma que a alegada inocência repercutida pelo dublê no decorrer dos anos é “plausível e não pode ser desacreditada. ’

Enquanto Cliff tenta desesperadamente juntar as partes do corpo da mulher em uma cena tragicômica digna dos filmes gore que Tarantino tanto idolatra, o dublê discute com sua mulher para tentar ajustar suas diferenças. Quando a equipe de resgate finalmente chega, Cliff foge e a esposa cai morte no chão do barco.

Por fim, essa anedota, entre outros acontecimentos marcante da história indicada a 10 estatuetas no Oscar, pode ser lida no já disponível para venda ‘Once Upon a Time in Hollywood: a Novel’.

Via: Collider

Total de 146 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?