Filmes Distópicos (parte 1)

Filmes Distópicos (parte 1)

É difícil para mim escolher o gênero que mais gosto do cinema, mas com certeza a distopia está entre os meus preferidos, não só no cinema, como nos livros e séries.

A seguir filmes distópicos de todos os estilos.

 Mad Max

Franquia do gênero ficção científica, contendo elementos de ação baseada em um futuro pós- apocalíptico, criada por James McCausland e George Miller.

Espera-se uma sequência com o nome Mad Max: The Wasteland. No filme Mad Max: Estrada da Fúria (2015) a história se passa em um vasto deserto de um futuro pós- apocalíptico onde gasolina e água são bens valiosos, todos os filmes da franquia mantêm a temática distópica.

 Matrix (1999)

A franquia Matrix mistura ação, ficção científica e distopia, a direção é de Lilly e Lana Wachowski.

O filme descreve um futuro distópico no qual a realidade, como percebida pela maioria dos humanos, é, na verdade, uma realidade simulada chamada Matrix.

O protagonista Neo é atraído para uma rebelião contra as as máquinas, que envolve outras pessoas que foram libertadas do mundo dos sonhos.

A franquia foi um sucesso de bilheterias, o filme contém referências filosóficas e religiosas, homenageia textos como a Alegoria da Caverna de Platão, Simulacros e Simulação de Jean Baudrillard e Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll.

V de Vingança (2005)

É um filme de ação e suspense, dirigido por James McTeigue e produzido por Joel Silver e pelas irmãs Wachowski, que também escreveram o roteiro. É uma adaptação de Alan Moore e David Lloyd, publicada pela Dc comics sob a sua marca Vertigo .

O longa narra uma Londres, em uma sociedade distópica num futuro próximo, com o protagonista V, um carismático defensor da liberdade disposto a se vingar daqueles que o desfiguraram.

As críticas foram positivas do filme, a bilheteria mundial alcançou mais de 132 milhões de dólares.

Ensaio sobre a Cegueira (2008)

Filme dirigido por Fernando Meirelles, baseado no livro do mesmo título do escritor português José Saramago, vencedor do Prêmio Nobel.

O longa narra a história de uma epidemia coletiva de cegueira, que inicia com um japonês que perde sua visão quando está dirigindo. O japonês se consulta com um oftalmologista, que não descobre nada de errado com seu paciente, todas as pessoas que tiveram contato com o japonês ficam cegas.

O governo trata a doença como uma epidemia e imediatamente coloca de quarentena os doentes, em uma instalação vigiada o tempo todo por soldados armados. A mulher do oftalmologista é a única que não é afetada, mas finge estar com a doença para acompanhar o marido em seu confinamento.

 Wall-E (2008)

Uma das animações que mais gosto, produzida pela Pixar Animation Studios e dirigido por Andrew Stanton. O filme estreou em primeiro lugar nas bilheterias.

Wall-E conseguiu um índice de aprovação de 96% no Rotten Tomatoes , venceu o Globo de Ouro de Melhor Filme de Animação, o Hugo Award de Melhor Apresentação Dramática, Forma Longa, e o Oscar de Melhor Filme de Animação.

A história da animação é do robô Wall-E, criado no ano de 2100 para limpar a Terra coberta por lixo. Ele se apaixona por um outro robô, chamado Eva, que tem a missão de encontrar pelo menos uma planta na superfície do planeta Terra.

Nos encontramos na parte 2 de filmes distópicos.

Total de 47 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?