She-Hulk esmaga tudo

She-Hulk esmaga tudo

Sendo uma das preocupações do ano, She Hulk termina como a grande surpresa, em todos os sentidos, com ela esmagando tudo, literalmente.

Embora a Marvel costume colocar comédia em seus filmes, e de Thor: Ragnarok e Thor: amor e trovão serem praticamente comédias, Mulher Hulk entra de cabeça no gênero, que aproveita para brincar com aquilo que os fãs mais criticaram, como o visual dela, que foi chamada de Shrek por Titânia e KEVIN falando do orçamento para o CGI da heroína.

Ao mesmo tempo que foi uma produção no MCU, também aprofundando mais do retorno do Demolidor e, pela primeira vez, mencionando os X-men, a serie foi totalmente centrada em Jennifer, que se torna numa hulk e tem sua vida transformada, principalmente quando se expõe publicamente.

Usado muito por ela nos quadrinhos, a quebra da quarta parede foi adaptada, trazendo momentos divertidos na serie, levada ao auge no season finale, no meio da caótica e surreal batalha final, que a leva aos estúdios da Marvel e a contracenar com KEVIN, que teve referencia ao icônico boné. Talvez um dos momentos mais inteligentes e interessantes, até agora, no MCU.

Recheada de diversos personagens vindos dos quadrinhos, alguns sendo mutantes, foram participações pequenas, até mesmo o misterioso Donny Blaze, mágico que foi aprendiz no Kamar-Taj, cujo o nome se assemelha a Johnny Blaze, o Motoqueiro fantasma. Além deles, também teve a icônica participação de Megan Thee Stallion

O CGI dela, que gerou polêmica antes da estreia, foi um ponto discutível. Em alguns momentos foi interessante e natural, porém, naqueles que a personagem fazia mais expressões, ficou bastante estranho.

Apesar de ser ótima, a serie foi tão centrada na She-hulk que diversos personagens não tiveram um aprofundamento, principalmente Titânia, que apesar da atuação ótima de Jameela Jamil, se sabe pouco da personagem, principalmente em relação a ela ser super forte e suas motivações.

Como era de se esperar, mais do MCU foi mostrado, assim como novas coisas. O misterioso Hulk rei, assim como o movimento de ódio contra a heroína, foi revelado como um grupo machista, que também são haters da Poderosa Thor Jane Foster. Além disso, o designer de moda Luke Jacobson, que fez as roupas da She-hulk e do Demolidor; o retorno de Wong, que revelou que retirar o Abominável foi para seu teste como Feiticeiro Supremo.

Não se sabe quando será o retorno da heroína, nem se a fala de KEVIN, que ela não iria aparecer no cinema, foi brincadeira ou serio. O que se sabe é que ela e Matt Murdock são um casal que conquistou o público, e é esperado o retorno dela em Demolidor Reborn.

Outros personagens da serie conquistaram o público, como Madisynn jovem que participou do show de Donny Blaze, fazendo uma viagem por diversas dimensões. Salva por Wong, os dois viraram uma dupla improvável com uma química marcante.

 

Ainda esse ano, tem Pantera negra: Wakanda para sempre e o Guardiões da galáxia: especial de natal, finalizando a fase 4.

Total de 33 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?