Livros Nacionais Adaptados para o Cinema

Livros Nacionais Adaptados para o Cinema

O cinema nacional é riquíssimo, não é só humor, tem produções baseadas em histórias reais, clássicos da literatura, histórias de livros adaptados para o cinema, drama, entre outros.

Livros nacionais, literatura brasileira, cinema, para mim é um trio perfeito, a seguir a lista de livros nacionais adaptados para o cinema.

 O Auto da Compadecida (2000)

De todos os filmes da lista é o filme que mais assisti e não canso de assistir, é uma comédia dramática, direção de Guel Arraes, baseado na peça teatral Auto da Compadecida de 1955 de Ariano Suassuna, tive a honra de assistir uma palestra do gênio.

O filme recebeu vários prêmios, é o filme brasileiro de maior bilheteria de 2000, sendo visto por mais de dois milhões de espectadores.

Cidade de Deus (2002)

É um filme de ação, uma adaptação roteirizada por Bráulio Mantovani a partir do livro de mesmo nome escrito por Paulo Lins. A direção é de Fernando Meirelles, codirigido por Kátia Lund.

O filme retrata o crescimento do crime organizado na cidade de Deus, uma favela que começou a ser construída nos anos 1960 e se tornou um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro no começo dos anos 1980.

Cidade de Deus é considerado um dos filmes brasileiros mais importantes de todos os tempos, sendo enaltecido pela crítica especializada, que, em geral, enfatizou suas qualidades artísticas e estéticas. O longa representa o marco final do período de reflorescimento da produção cinematográfica brasileira, conhecido como cinema da retomada. Mudou o paradigma do cinema brasileiro ao ser o único até agora a receber quatro indicações ao Oscar, melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor fotografia.

Lisbela e o Prisioneiro (2003)

Uma comédia romântica, dirigida por Guel Arraes. É uma adaptação da peça de teatro homônima de Osman Lins.

É a história do malandro, aventureiro e conquistador Leléu e da mocinha sonhadora Lisbela, que adora ver filmes norte- americanos e sonha com os herois do cinema.

 Carandiru (2003)

Fico encantada todas as vezes que assisto, uma grande produção, é um drama dirigido por Héctor Babenco, baseado no livro Estação Carandiru, do médico Dráuzio Varella, onde ele narra suas experiências com a dura realidade dos presídios brasileiros em um trabalho de prevenção à AIDS realizado na casa de Detenção de São Paulo.

Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

Ler o livro, assistir o filme baseado no livro, o que importa é enriquecer o intelecto.

Total de 34 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?