Livros & HQs

Cyberstorm

Até que ponto você pode ir para sobreviver?

Em meio a uma forte tensão política internacional, os Estados Unidos sofrem um grande ataque cibernético: todos os meios de comunicação começam a falhar. Ao mesmo tempo, uma forte tempestade de neve assola a cidade de Nova York, e uma possível epidemia de gripe aviária parece se aproximar. Presos na cidade e quase sem contato com o resto do mundo, os moradores de repente se veem imersos em um cenário verdadeiramente apocalíptico. Enquanto rumores e especulações correm sobre a origem desses ataques, Mike Mitchell se concentra em questões que para ele parecem mais urgentes. A crise o atingiu em um momento crítico de sua vida, complicando seus já confusos problemas pessoais e financeiros. Agora, sua prioridade é manter a família unida e viva no crescente caos que se que se forma a sua volta.

Resenha da editora.

Autor

 

Matthew Mather é um escritor canadense de científica, cujos livros foram traduzidos para dezoito idiomas e vendidos em todo o mundo. Ele também publica suas obras por conta própria, além de ter sido publicado pela HarperCollins e pela 47North, entre outras. Ele é mais conhecido como o autor de Cyberstorm que foi comprado pela Century Fox para transformá-lo em um filme.

 

Minha reflexão e resenha.

 

A narrativa demora um pouco para entrar no eixo. Mas, quando entrou ficou frenético. Está história quase foi profética. Escrito em 2015. Apresenta um cenário no qual os EUA estão em guerra cibernética e biológica. A suspeita é que à China lançou um vírus mortal variante da gripe aviária que estão devastando todo continente. Além do vírus cibernético que está destruindo todo tipo de comunicação, bancos, internet levando a terra da democracia ao caos.

Este livro nos faz pensar se realmente damos valor nas coisas simples, mas essências que temos. Um simples banho quente, um café ou chá, uma roupa limpa, algum alimento fresco. Um livro que se mescla com nossa atual realidade de pandemia. No caso do livro. Se trata de uma guerra. Narrativa que lhe transporta para um universo verossímil.

Até que ponto algumas pessoas vão para sobreviver. Beber sangue humano retirado dos bancos de sangue? Praticar canibalismo? Devorar animais domésticos? Este livro narra eventos terríveis de maneira tão verdadeira que causa náuseas imaginando as cenas….

Cheguei ao final dessa magnífica obra. Sem dúvidas o mundo como conhecemos pode se dissolver em poucos dias. Assim como foi com o império romano. A sociedade interligada e conectada com o mundo virtual pode ruir facilmente. Isso nos faz pensar, devemos mesmo conectar nossa vida toda na internet? Este livro também mostra como não podemos tirar conclusões precipitadas. Exemplifica como nossos pensamentos em meio ao caos pode piorar tudo. (Não É tão ruim que não possa piorar) Combina com a atual situação do mundo real. Recomendo. Esta mega ficção que nunca foi tão real como agora.

Etiquetas

Kleber Inácio

Kleber Inácio Da Silva é Historiador. Com especialização em História e Cultura afro-brasileira. Desde muito novo é apaixonado por literatura, lendo e dedicando muito tempo para esta paixão. O que o levou a realizar a sua formação acadêmica. Se considera um entusiasta na arte das letras. Atualmente com duas obras literárias publicadas. "O outro - Várias faces de uma mente. " Novo Gênesis o sinal. Possuí artigos científicos publicados em livros e revistas. ( Educação Brasil, Ciranda de saberes e Anpuh) Organizador e editor do livro: Morrinhos Cidade dos pomares e seus valores. Planejando vários outros ensaios futuros para realização de um sonho que carrega desde muito novo. Escrever obras de cada gênero que o estima. Nasceu em 24 de novembro de 1991. Contudo, é uma pessoa simples, residente da cidade de Morrinhos, do interior de Goiás, é apaixonado por sua terra e contempla seus aspectos culturais locais. É um amante de felinos.

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?