Vazamento de 3,2 bilhões de senhas contém 68.535 do governo brasileiro

Vazamento de 3,2 bilhões de senhas contém 68.535 do governo brasileiro

Um imenso arquivo contendo 3,2 bilhões senhas de 2,18 bilhões de endereços de e-mail está circulando na internet desde fevereiro. O pacote é chamado COMB21 (sigla de Compilation of Many Breaches, “Compilação de Muitas Intrusões”) e é um “apanhado” de endereços e senhas divulgados em múltiplos vazamentos anteriores.

O pacote de 100 GB contém 1.502.909 senhas de endereços de e-mail associados a domínios governamentais em todo o mundo, incluindo 625.505 nos EUA, 205.099 no Reino Unido, 136.025 na Austrália, 68.535 no Brasil e 50.726 no Canadá.

Entre os domínios associados ao governo dos EUA, o mais presente é o do Departamento de Estado (state.gov), com 29.144 senhas, seguido do Departamento para Assuntos dos Veteranos (va.gov), com 28.937 senhas e o Departamento de Segurança Nacional (dhs.gov) com 21.575 senhas.

O site The Hacker News informa que o pacote não implica uma invasão de sistemas de administração pública. As senhas teriam sido obtidas usando phishing, espionando conexões inseguras ou quebrando a criptografia de bancos de dados usados para armazenar credenciais em servidores expostos.

Água envenenada

O COMB21 inclui 13 credenciais para acesso a sistemas da usina de tratamento de água da cidade de Oldsmar, na Flórida, que foi vítima de um ciberataque em fevereiro deste ano.

Um hacker tentou “envenenar” a água ao alterar o conteúdo de hidróxido de sódio de 100 para 11.000 ppm (partes por milhão). O aumento é significativo e potencialmente perigoso já que o hidróxido de sódio, também conhecido como “soda cáustica”, é o principal ingrediente em produtos de limpeza corrosivos, por exemplo.

Segundo o xerife Bob Gualtieri, do condado de Pinellas, um funcionário da instalação identificou a falha e percebeu um usuário remoto acessando o sistema de tratamento de água.

A substância é usada em pequenas quantidades para nivelar a acidez da água. Em níveis altos, como um aumento de 11.000%, ela pode causar irritação e até queimadura na pele e nos olhos, danos à boca, garganta, estômago e outros.

Ele viu o usuário desconhecido abrindo o software e aumentando os níveis de hidróxido de sódio, mas reverteu o processo antes que houvessem danos. “É importante ressaltar que o público nunca esteve em perigo”, afirmou.

 

Fonte: The Hacker News

Total de 173 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?