Synchronic e a oportunidade desperdiçada

Synchronic e a oportunidade desperdiçada

Synchronic (sem tradução oficial) é um filme de terror estadunidense de ficção científica de 2019 dirigido e produzido por Justin Benson e Aaron Moorhead. Para quem não conhece a dupla, foram os responsáveis por um dos melhores filmes de terror cósmico dos últimos anos: O Culto (the endless).
É estrelado por Anthony Mackie (Falcão e o Soldado Invernal) e Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza).
O filme se passa com o protagonismo da dupla Steve e Dennis. Eles trabalham juntos como paramédicos no último turno e são chamados para uma série de casos de pessoas que morreram em circunstâncias estranhas ou cujas histórias são incoerentes. Os casos estão ligados a uma nova droga projetada chamada Synchronic. Quando a filha de Dennis desaparece após utilizar a droga, Steve experimenta-a e narra os efeitos da mudança em vários fatores enquanto tenta descobrir o que aconteceu com ela.
A estrutura inicial do filme é envolvente e faz jus à fama que Justin Benson e Aaron Moorhead. Os cortes rápidos juntamente com a trilha intensa nos preparam para um grande filme envolvente.
Entretanto, em algum momento no meio do filme, notadamente quando Steve começa a gravar fitas relatando os efeitos da droga, o enredo se perde. Os diálogos começam a ficar enfadonhos sem demonstrar grande adição para o filme. A impressão que passa é que o filme estava pronto, porém sem tempo o suficiente para finalização e os diretores começaram a adicionar diálogos aleatórios fazendo o filme ficar cansativo.
Isso sem contar as críticas rasas ao racismo de época que parecem faltar a profundidade necessária que o tema merece.
É um filme que poderia ter sido muito mais. Não chega a ser um filme ruim, mas está longe de ser uma obra da sétima arte. Para quem gosta de terror cósmico vale dar uma conferida, para aqueles que não gostam provavelmente deveriam poupar seu tempo.

Total de 27 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?