Sylvester Stallone contra a militância em Hollywood.

Sylvester Stallone contra a militância em Hollywood.

Em uma declaração sobre a série Tulsa King estrelada pelo Sylvester Stallone ele comentou que não aceitará nas suas produções a imposição de militância.

Sabemos que em Hollywood tem se tentado impor a militância feminista e LGBTQIA+ e vários filmes tem perdido muita audiência por estarem dando foco a esses movimentos, a Netflix por exemplo, declarou que não vai mais abrir tanto espaço assim para militantes e demitiu vários funcionários que colocavam este conteúdo de forma forçada nas produções da empresa.

O ator e diretor Silvester Stallone entregou uma lista de atores que não trabalharão com ele, por tentarem impor uma militância forçada e que ele é totalmente contra isso, ele deixou claro em sua declaração que não tem nada contra as mulheres e muito menos o movimento feminista ou movimentos LGBTQIA+, o que ele disse que é contra essa “forçação” da inclusão desses conteúdos nas produções, disse ainda que o conteúdo deve ser direcionado de forma normal e não forçada e que não é obrigatório em todo o filme ter um casal de mulheres ou um casal de homens, que se o roteirista não colocou isso na história que ele criou não deve ser colocada à força, pois não deve ser retirada a liberdade criativa do roteirista nem do escritor para agradar nenhum tipo de movimento.

“Não aceitarei homnes sojados dizendo o que eu devo posso fazer no meu set de filmagem – bradou a estrela de “Rocky” e “Rambo”.

 

“Não haverá porcaria woke no meu filme – destaca, acrescentando que tem a própria lista de “cancelados” para as suas produções. ”

 

Há algum tempo Mel Gibson e Mark Wahlberg já tinham comentado que perderam vários contratos e que estão sendo escanteados pela indústria cinematográfica por terem se declarado cristãos.

Na declaração deles a indústria achava que a zoada feita pelo movimento anticristão geraria dinheiro, mas foi percebido que eles são a minoria que fazem muito barulho na internet, mas que não geram caixa. O que foi demonstrado no filme Thor Love & Thunder e no filme do Buzz Lightyear onde vários pais não permitiram que seus filhos fossem assistir as produções por elas terem casais homossexuais.

A indústria cinematográfica está mudando e tirando espaço da militância e com a inclusão de vários atores de peso no debate contra os militantes e contra a imposição desses grupos de seus ideais de forma forçada, Hollywood vem se adaptando a um novo mundo bem polarizado onde as produções têm que ser ou para os conservadores ou para liberais que não dá para fazer um filme neutro.

 

E aí Noobinhos vocês são a favor da militância e da inclusão forçada do conteúdo nos filmes?

Total de 97 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?