Os Meninos do Brasil

Os Meninos do Brasil

Sinopse:

Yakov Liebermann é um velho caçador de nazistas baseado em Viena, onde comanda um centro que recolhe documentação sobre crimes contra a Humanidade perpetrados durante o Holocausto.

Em setembro de 1974, Liebermann recebe um preocupante telefonema de um jovem que lhe informa que acabara de interceptar conversações telefônicas de Josef Mengele, o médico dos campos de concentração que executava experimentos em judeus durante a Segunda Guerra Mundial. De acordo com o jovem, Mengele havia acionado o Kameradenwerk (rede de apoio aos oficiais nazistas após a guerra) para levar a cabo um estranho trabalho: seis nazistas deveriam matar 94 homens, que compartilham alguns traços comuns. Todos os homens são civis e todos devem ser assassinados numa determinada data.

Antes que o jovem pudesse terminar o telefonema, ele é abruptamente interrompido e a ligação é cortada.

Liebermann hesita sobre o que fazer, pois recebe muitos trotes e pistas falsas. Todavia, o que o jovem lhe havia contado parece verossímil e decide agir. Uma caçada a Mengele e seus “meninos” tem início.

 

Os Meninos do Brasil é um romance publicado em 1976 pelo escritor norte-americano Ira Levin. Baseado em sua história foi rodado o filme homônimo de 1978. O romance foi uma das primeiras obras que abordaram sob a óptica da ficção científica a clonagem humana.

 

Autor: Ira Levin

 

Ira Levin foi um escritor, dramaturgo e autor de letras de canções dos Estados Unidos. A sua obra mais conhecida é o romance Rosemary’s Baby, que foi adaptado ao cinema por Roman Polanski. Também escreveu Os Meninos do Brasil, depois também levado ao cinema, dirigido por Franklin J.

 

Adaptações Cinematográficas. 

SINOPSE

O ensandecido médico Joseph Mengele (Gregory Peck), que fez milhares de experiências genéticas com judeus (inclusive crianças), vive no Paraguai e planeja o nascimento do 4º Reich. Para obter tal objetivo, utiliza várias mães de aluguel em uma clínica brasileira para fazer 94 clones de Hitler quando ele era um garoto, e enviá-los para serem adotados em diversos paises. Mas isto não basta, pois diversas variáveis necessitam serem criadas para traçar o perfil psicológico de Hitler. Entretanto Ezra Lieberman (Laurence Olivier), um judeu que é um caçador de nazistas, descobre a trama e tenta impedir que tal plano se concretize.

1979 / 2h 02min / Suspense, Histórico.

Direção: Franklin J. Schaffner

Roteiro:     Heywood Gould, Ira Levin

Elenco: Linda Hayden, Richard Marner, Gregory Peck

Título original:  The Boys From Brazil

 

Joseph Mengele (Gregory Peck)

 

Vamos ao livro.

 

Bom, a história já começa com um mistério clássico. Um plano de proporções globais. Um livro de ficção que retrata a turma nazista atuando no Brasil, Argentina e Paraguai. A história é um jogo de gato e rato. De um lado o Anjo da morte (Mengele) do outro o caçador de nazistas (Liebermann). Apreciei está magnífica obra, um livro antigo com excelente enredo. Com tantos mistérios e o Anjo da morte fazendo suas experiências desumanas dentro do Brasil, com um plano mirabolante. Acompanhados onde vai chega. (História de ficção). Menciona várias cidades brasileiras, restaurantes, hotéis e tudo muito bem articulado. O autor é excelente para narrar cenários, ações e articulação de falas, gestos e expressões. Elementos que bem aprecio.

Narrativa incrível! Quando cheguei na metade do livro, com maestria nosso caçador de nazistas descobre maquinações do anjo da morte. Ao estilo Sherlock, Lierbermann fareja pista por pista, caso por caso até descobrir algo que vai além da imaginação. A organização secreta que atua nos bastidores na América do Sul, pretende criar um novo império, o quarto Reich. Através desse plano que infelizmente não posso comentar, caso contrário entregaria metade da trama. A narrativa vai nos entregando como pretendem realizar tal ato. Amei este livro, ficção genuína, com um bom mistério e investigação detetive.

Chegando perto dos momentos finais. A trama foi toda revelada. Parte-se para o jogo de pega, pega, quem vai ser o melhor jogador. Eu, particularmente fiquei pasmo, um plano com genética, ui! Contemplando o desfecho final. Não fiquei desapontado, tudo está perfeito, esse tipo de ficção baseado em fatos, é esplêndido.

Uma ressalva para o grande conceito que o filme carrega. Extremamente articulado e diria até ousado, de tecnologia de ponta, e visionaria na época. Sem mencionar que no período em que o romance foi cunhado e o filme produzido, a ideia dos clones era um novo conceito e campo de pesquisa inédito.

Que livro, suspense ininterrupto, leitura eletrizante, uma obra extraordinária. Confesso, no primeiro capítulo, fiquei confuso, homens estranhos, atitudes suspeitas reunidos em um restaurante, planejando a morte de 94 pessoas. No entanto, com o desenrolar da trama, os fatos vão encaixando e nos prende em uma investigação alucinante. Baseando em fatos, personagens reais. Está incrível história cumpre tudo que promete. Nos proporciona uma série de emoções. Nos capítulos finais fiquei com o coração doendo. Quando vi esse livro antigo, com essa capa chamativa, me inclinei a ler após algumas pesquisas pertinente ao seu respeito na internet. De fato, vale a pena, recomendo a todos está obra antiga, porém altamente atual. Ainda mais nos tempos que vivemos, será que ainda existem nazistas no Brasil?

 

O Anjo da Morte.

Deixando de lado a ficção cientifica, tanto o filme como o livro trata da realidade. Mengele foi um médico alemão, apelidado como “Anjo da Morte” membro do partido nazista na segunda guerra mundial. No termino da guerra, ele conseguiu fugir para a América do Sul, e até pelo Brasil, com um laboratório realizando suas experiências genéticas.

 

Para mais informações acerca do homem cujo nome é o ceifador de vidas.

HC – Mengele O Anjo da Morte

Link

 

Total de 490 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?