Nosso amor não é digno de homens – RODRIGO LEONARDI

Nosso amor não é digno de homens – RODRIGO LEONARDI

Sinopse

 

Nosso Amor Não é Digno de Homens conta a história em forma de diário da vida de Orlok, um jovem sonhador que ao se deparar com a morte do irmão, quando jovem, procura correr desse destino fatal. Já mais adulto, realizando o sonho de morar na cidade grande, conhece Nicoleta, uma jovem sedutora e destemida que o apresenta a Lenore, um vampiro patriarcal em busca de novos “filhotes”. Vivendo às escondidas e correndo risco de vida, pelo fato de o casarão que chamam de lar ter fama de mal assombrado, Lenore contrata o misterioso Christopher, uma espécie de braço direito, para levá-los até a capital Sirap. Lá, Orlok vive uma vida nobre envolta em paixão e luxúria. Arranja um emprego no teatro local, o que se encaixa perfeitamente em suas necessidades e, da coxia para os palcos, ele salta em um curto espaço de tempo. Depois que todos em sua volta se vão, assim como as lembranças que precisam ser escritas para que o tempo não as apague, ele vive às escondidas por um período tenebroso, até que numa última esperança de dia menos vazios, tem notícia de algo que possa fazê-lo ter novamente a sensação do sentir.

 

Autor brasileiro – Rodrigo Leonardi

 

Escritor, poeta, contista, cronista, musico, entusiasta do cinema e crítico de filmes, tendo lançado 4 livros solos, 5 discos e participações em diversas antologias. Publica críticas de filmes em fanzines e também em seu feed do Instagram. Socio proprietário do canal de entrevistas no youtube, Night of Terror Inc, onde entrevistam artistas de vários segmentos.

Suas publicações: Literatura: (Solo). A Mais Estranha das Vidas (2020). Robert, o Caçador (2020). As Últimas Horas (2021). Nosso Amor Não É Digno de Homens (2022). Literatura (Antologias). Poetas Malditos (Darkbooks). Dystopia (Darkbooks). Macabras Inspirações (Darkbooks). Slashers Anos 80 (Darkbooks). Histórias de Horror Brasileiras (Obook). Aqui Jaz (Revista LiteraLivre) – premiado com um dos melhores poemas do na de 2020. Quando Chega a Melhor idade (Revista LiteraLivre). Mais de 30 escritos para o coletivo de escritos malditos e fantásticos Maldohorror.

 

Produção Musical

 

 

Abuso Verbal. Podridão (2003). Seu Castigo (2004). Seu Castigo Ao Vivo (2005). Narco Homicida… Psicótico Alterado (2007). Favela Warriors (2007), lançado na França. Disvolvement of Humanity (2007) ViceCore Rec. EUA Split 3 Way.. Sindicato da Tortura (2010) Split. Participações em diversas coletâneas.

 

 

 

 

 

 

Cinema e Prêmios

 

Diretor e roteirista no vídeo poema Mesmice. Diretor e co-roteirista no short movie, Klecks. Critico de filmes, onde publica em fanzines e em seu feed no Instagram.

Membro da Academia Independente de Letras, possuindo a cadeira 181, Boemia.

Eleito um dos melhores poemas de 2020, com Aqui Jaz, pela revista literaLivre.

 

 

 

 

 

Vamos ao livro e impressões – Nosso Amor Não é Digno de Homens

 

Com narrativa firme e ambientação perfeita, Rodrigo Leonardi nos conduzirá por lugares escuros, onde encontraremos figuras históricas, seres sanguinários, perseguições e vítimas inocentes(ou nem tanto). Tudo isso regado a muitas taças cheias de sangue. Confesso que a narrativa me surpreendeu. Ler o diário de Orlok, sua trajetória, foi muito prazeroso. Que história magnífica, rica em detalhes e sentimentos, que provocam inúmeras sensações, transportando imediatamente o leitor para dentro da história. Os personagens são bem descritos, com fortes expressões e sentimentos. Orlok é o tipo de personagem que nos marca, nos seduz, nos apaixona. Estou encantado com cada linha escrita, com os poemas tão cheios de sensibilidade e paixão. Poderia ler esse diário inúmeras vezes e não ficaria enjoado. O autor tem uma escrita fluída, envolvente e cativante, que nos seduz e nos faz ansiar por cada página. Rodrigo, saiba que você possui muito talento. Foi muito prazeroso ler sua história, conhecer Orlok. És muito talentoso! A ambientação nos faz mergulhar em várias fases da vida do Orlok desde a infância até os tempos atuais, em que ele nos mostra as cidades por onde passou, e as descrições da época são bem detalhadas, o que torna o texto mais rico e agradável de ler. Os personagens tem suas características próprias, e alguns, mesmo que descritos como não possuírem sentimentos, têm senso moral. O que te faz sentir empatia.

Talvez aqui o sobrenatural ganhe uma nova roupagem . Ao contar suas memórias, dores e amores o autor trás a tona um novo estilo de vampiro. Um homem que abdicou de sua vida por amor, um irmão que abandonou a irmã rumo ao amor. Amou e soube amar por duas vezes e mesmo assim foi abandonado. Um ser indecifrável e fiel a raça. Adorei esse livro! Foi uma surpresa maravilhosa. Não esperava que fosse me deparar com um diário com essa narrativa maravilhosa.

 

Conhecendo o autor

 

Autores preferidos: Hunter Thompson, Charles Bukowski, Edgar Ala Poe.

Livros que te inspira: Minha inspiração vem das minhas leituras. No momento não tenho um gênero preferido. mas sempre tento me influenciar mais pelo tipo de narrativa contido na obra, do que o tema, ou o conceito da obra.

Contato:

Instagram Clique AQUI

E-mail: rodrigoaleonardi81@hotmail.com

Onde comprar? Com o autor e pelas seguintes plataformas

Amazon: Clique Aqui

Clube dos autores: Clique Aqui

 

 

Frases autorais

 

“Há muita coisa bela no triste, muita beleza nos dias escuros e chuvosos. Muita paz.”

“Nosso amor não e digno de homens,
Nosso amor é para alimentar nossa sede…
Sede da noite, da brisa selvagem, imaculada
Que sopra, sopra em nossas faces, trazendo o frescor…
Respingando amor, paixão,
Sem ilusão, sem pudor,
Apenas amor…”

 

 

 

Kleber I. Silva

Trabalhos

Total de 425 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?