A Guerra dos mundos – H. G. Wells

A Guerra dos mundos – H. G. Wells

The War of the Worlds (A Guerra dos Mundos) é um romance de ficção cientifica de Herbert George Wells, escritor britânico. Foi publicado em capítulos primeiramente em 1897 no Reino unido pela Pearson´s Magazine e lançado como um romance no ano seguinte.

O enredo é sobre a invasão da terra por marcianos inteligentes, dotados de um poderoso raio pulverizador e máquinas assassinas, semelhantes a depósitos de água sobre tripés. Foi adaptado diversas vezes para o cinema.

Autor

H.G. Wells – (Herbert George Wells)

Nascido em um distrito (borough) da Grande Londres, na juventude foi, sem sucesso, aprendiz de negociante de panos – a sua experiência nesta ocupação veio mais tarde a ser usada como material para o romance Kipps. Em 1883, tornou-se professor na Midhurst Grammar School, até ganhar uma bolsa na Escola Normal de Ciências  em Londres, para estudar biologia.

Nos seus primeiros romances, descritos, ao tempo, como “Romance científico”, inventou uma série de temas que foram mais tarde aprofundados por outros escritores de ficção cientifica, e que entraram na cultura popular em trabalhos como A Máquina do Tempo, O Homem Invisível e A Guerra dos Mundos, A Máquina do tempo. Outros romances, de natureza não fantástica, foram bem recebidos, sendo exemplos a sátira à publicidade.

Adaptações Cinematográficas.

Sem dúvidas uma das adaptações mais famosas é a de 2005 estrelando Tom Cruise. Nesta adaptação o enredo é modernizado. Se passando na atualidade, os alienígenas usam armas diferenciadas como o pulso eletromagnético que se propaga pelo espaço gerando um campo elétrico, cuja frente de onda pode danificar componentes eletrônicos de estado sólido inseridos no campo em questão. Mas, o raio pulverizador é mantido bem como o designer original das criaturas metálicas, além do final também se mantendo fiel. O designer dos alienígenas também sofre uma modificação.

Transmissão Radiofônica

Imagine só uma transmissão no radio inicia sua programação com a terrível informação: “interrompemos sua programação musical para noticiar uma invasão de marcianos.” Surpreendente, não? Foi o que aconteceu no dia 30 de outubro de 1938, o programa de rádio simulou uma invasão extraterrestre e desencadeou pânico na costa leste dos Estados unidos. Cerca de 1.2 milhões de pessoas ficaram convencidas de que era real. Meio milhão teve certeza do perigo iminente, o pânico se alastrou, linhas telefônicas sobrecarregadas, ruas ficaram lotadas, congestionamentos causados por ouvintes desesperados de medo tento fugir das cidades. Paralisando três cidades. A peça ficou conhecida posteriormente como “Rádio do Pânico”. De autoria de Howard Koch, colaboração de Paul Stewart e claro, baseada na obra de Wells (1866-1946). Inclusive o roteiro foi adaptado pelo próprio Welles (1915-1985). Ele fazia o papel do professor líder da resistência à invasão marciana.

Série.

Em Guerra dos Mundos (ou The War of the Worlds), nova minissérie em três partes da BBC que adapta o clássico de H. G. Wells, alienígenas invadem a Inglaterra. Diferente do longa de Steven Spielberg com Tom Cruise, a série se manterá fiel ao clássico livro britânico e acompanhará George (Spall) e sua companheira Amy (Tomlinson) enquanto os dois tentam começar uma vida juntos no início do século 20. Rupert Graves (Sherlock) será Frederick, o irmão mais velho de George, e Robert Carlyle (The Full Monty) interpreta Ogilvy, um astrônomo e cientista. A série os segue enquanto encaram o terror da invasão alienígena se escalando.

Vamos para resenha e opinião sobre o lendário livro.

Um clássico e marco no mundo literário e visionário da ficção cientifica. Guerra dos Mundos – H.G. Wells. Caramba! Nada a ver com o filme do Steven Spielberg. Fiquei apaixonado! Deveria ter pegado este livro para ler antes. Realmente o livro apresenta uma narrativa profunda e reflexiva. Até os marcianos são mais trabalhados, diferente do filme (Spielberg). Tinha muita vontade para conferir este livro. Agora tenho noção da influência que este autor causou no mundo. Realmente muito bom. Nossa espécie foi preparada e adaptada através dos milhares anos evolutivos para reinar neste planeta. O que nos destroem hoje nos fortalece no futuro, os vírus e bactérias.

“Eles vieram do espaço. Eles vieram de Marte. Com tripés biomecânicos gigantes, querem conquistar a Terra e manter os humanos como escravos. Nenhuma tecnologia terrestre parece ser capaz de conter a expansão do terror pelo planeta. É o começo da guerra mais importante da história.”

A história se passa por volta de 1860. Com armas rudimentares, levando em consideração ao padrão de hoje. Os humanos ainda conseguiram derrubar um monstro mecânico. O narrador dos acontecimentos e também é o personagem principal não tem seu nome revelado. Relata os acontecimentos de maneira concisa que nos transportam para os cenários anunciados.

A grandeza de homem pode ser medida por ´aquilo que ele deixa para crescer,e se ele introduziu uma nova mentalidade com um vigor que perdurou após ele´. A julgar por este teste, Jesus ocupa o primeiro lugar.

H. G. Wells

“Adapta-se ou desaparece: é o ditame inexorável da natureza, hoje como ontem.”

H. G. Wells

Total de 54 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?