Tecnologia

Telescópio de Arecibo receberá US$ 8 milhões para sua reconstrução

O governo de Porto Rico assinou uma ordem executiva para destinar cerca de US$ 8 milhões à reconstrução do telescópio do Observatório de Arecibo, uma das estruturas mais importantes do mundo para a visualização do espaço – e que estava interditado desde agosto.

O observatório ficou paralisado por meses desde que um cabo de suporte na Torre 4, que sustenta a plataforma, se partiu e fez um rasgo de mais de 30 metros na lente refletora. Este acidente, sozinho, já foi o suficiente para paralisar a operação do telescópio, mas em novembro, um segundo cabo da mesma torre também se partiu, ampliando o dano e colocando toda a estrutura sob risco de colapso.

De acordo com a Fundação Nacional da Ciência (NSF, na sigla em inglês), engenheiros estruturais e equipes de reparo fizeram o possível para eliminar o perigo, mas a conclusão foi uma só – o telescópio não voltaria à ativa e teria que ser desmontado permanentemente. Entretanto, algumas pessoas ligadas ao governo local disseram que nada impedia que uma nova estrutura fosse construída em seu lugar.

Evidentemente, “apenas” US$ 8 milhões é um valor bem pequeno se comparado ao que seria necessário para reconstruir a estrutura por completo. Considerando, porém, que Porto Rico é um território não incorporado dos Estados Unidos, é bem possível que outras entidades ou mesmo o governo federal americano também anunciem iniciativas próprias em 2021.

Descobertas do Arecibo

O Observatório de Arecibo é mundialmente conhecido por inúmeras descobertas. O primeiro exoplaneta e a identificação de água em Mercúrio, por exemplo, são ambos creditados a ele.

Aqueles menos ligados à astronomia, porém, vão reconhecer a estrutura como o local da batalha final entre James Bond e Alec Trevelyan, no filme “007 contra Goldeneye”.

Fonte: El Nuevo Dia

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?