Filmes & Seriados

Suposta cenas pós-créditos de Vingadores: Ultimato cai na internet – verdade ou fake?

Por meio do Reddit, um usuário que afirma que tem informações confidenciais de Vingadores: Ultimato após ir a uma exibição, revelou supostos detalhes das cenas pós-créditos do aguardado filme.

Segundo o usuário, são três cenas pós-créditos. Abaixo, você confere as supostas descrições de todas as três:

Na Cena pós-créditos nº 1: Um homem misterioso anda pela rua, mas seu rosto não é revelado. A câmera acompanha apenas uma parte lateral de seu corpo e de seu braço. Dois bandidos chegam para assaltá-lo, querendo a sua carteira, eles puxam uma arma, até que algo incrível acontece, garras saem da mão do homem. ´´Nessa hora, a cena corta e a tela fica preta. “

Na Cena pós-créditos nº 2: Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), ainda está no funeral do Capitão América (Chris Evans). Ele diz brevemente que o amigo ‘estava certo’, e então sai junto com Pepper Potts e o bebê que eles tiveram.

Na Cena pós-créditos nº 3: Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e sua esposa deixam os filhos no apartamento de Peter Parker/Homem-Aranha (Tom Holland) quando retornam, encontram as crianças dormindo na parede, grudadas com teias, exausto, Peter diz: ‘Eu posso explicar`.

Vale apena lembrar que o Hollywood Reporter já havia informado que o Marvel Studios poderia incluir uma possível referência aos X-Men ou talvez ao Quarteto Fantástico em uma das cenas pós-créditos de Vingadores: Ultimato, caso a fusão entre a Disney e a Fox fosse concluída antes do lançamento do filme, já que a fusão foi mesmo concluída bem antes da estreia, isso explicaria o Wolverine na última cena pós-créditos.

 

Joe Russo e Anthony (Vingadores: Guerra Infinita) retornam para a direção do novo filme.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá
Podemos ajudar?
Powered by
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios