Tecnologia

A primeira placa gráfica da marca Aorus da Gigabyte é a GeForce GTX 1080

Gigabyte anunciou em novembro que planejava expandir sua marca de jogos Aorus além periféricos e em placas-mãe e placas gráficas. A empresa então seguiu através de desvendar uma linha de placas-mãe Aorus para o Lago Kaby na CES, e agora revelou sua primeira placa gráfica sob a bandeira Aorus.

Pulando direto para a prateleira de cima, Gigabyte apresentou seu Aorus GeForce GTX 1080 Xtreme Edição cartão com 8GB de memória GDDR5. O cartão vem fábrica overclocked:

Base: 1.759MHz / Boost: 1.898MHz no modo de jogo

Base: 1,784MHz / Boost: 1.932MHz no modo OC

As especificações de referência da Nvidia exigem uma velocidade de clock base de 1.607MHz e um clock de amplificação de 1.733MHz. Mesmo no modo de jogo, o cartão Aorus ostenta um relógio base que é mais rápido do que o relógio de reforço de referência da Nvidia.

A Gigabyte mantém as temperaturas controladas com a sua solução de arrefecimento Windforce Stack 3x, que consiste em três ventiladores de 100mm e módulos de arrefecimento de cobre. Como a maioria dos coolers personalizados, os benefícios anunciados incluem temperaturas mais baixas e operação mais silenciosa.

Parece que a Gigabyte está a reservar as suas peças com melhor desempenho para a sua marca Aorus. Isso certamente parece ser o caso aqui – este cartão é construído com chokes premium e capacitores, e usa GPUs que torná-lo através de sua “Classificação Gauntlet” processo.

Como é a tendência nos dias de hoje, iluminação RGB personalizável vem junto para o passeio.

Gigabyte diz que o cartão é apoiado por uma garantia de 4 anos (registo online necessário). O preço ainda não é conhecido, nem a Gigabyte anunciou uma data de lançamento.

 

upentretenimento-com-geforce-gtx-1080-2

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
1
Olá
Podemos ajudar?
Powered by