PF prende quatro suspeitos de hackear celular do ministro Sérgio Moro

PF prende quatro suspeitos de hackear celular do ministro Sérgio Moro

Operação em São Paulo deteve quatro pessoas suspeitas de envolvimento no ataque a smartphones de autoridades, incluindo Sérgio Moro e Deltan Dallagnol

Uma operação da Polícia Federal apreendeu nesta terça-feira, 23, quatro pessoas suspeitas de envolvimento na invasão do celular de autoridades ligadas à Operação Lava-Jato, incluindo o ex-juiz e atual ministro da Justiça Sérgio Moro e o promotor Deltan Dalagnoll.

A PF batizou essa nova operação de “Spoofing”, o que, de acordo com as autoridades, significa “falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é,” segundo o G1.

Não foram divulgados muitos detalhes ainda sobre os suspeitos. De acordo com a Folha, os policias chegaram às quatro pessoas a partir da perícia criminal federal, que teria rastreado os sinais da invasão dos telefones. Os investigadores ainda estão colhendo informações para saber quais foram os métodos usados pelos hackers para invadir os telefones celulares, estudos ainda estão sendo feitos para avaliar o método utilizado.

Total de 27 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?