Animes & HQs

O Desespero de Suiryu

Quando o Heroísmo ensina uma lição para um Hater

Quem diria. Em uma hora estamos assistindo um episódio divertido, e muito emocionante, de One Punch Man. No outro estamos aprendendo a ser pessoas melhores; esse é o resumo dos episódios 20 e 21 dessa segunda temporada.

    De um lado vimos Saitama entrando em um torneio para aprender mais sobre as artes marciais, ele queria compreender o que tinha de tão diferente para que alguém como Garou seja tão temido. Do outro lado tivemos Suiryu, apresentado como alguém epicamente forte e habilidoso no caminho milenar dos lutadores. A grande diferença entre esses dois é simples: um quer aprender, o outro é um arrogante e hater de heróis. Sim, temos a representação do haterismo em One Punch galera. E admito que eu gostei.

   Obviamente que Saitama venceu a luta, mesmo tendo que fugir dos seguranças logo após o seu término, mas isso não desmereceu Suiryu, afinal, é difícil alguém não apanhar com facilidade do nosso grande Careca de Capa. E o bom disso tudo, Suiryu não gostou de sua vitória por regras. Mas isso não o fez descer totalmente do pedestal. Quando os vilões invadiram o local, após ver alguns artistas cederem ao caminho monstruoso, e outros sendo facilmente humilhados, nosso querido ex-cavaleiro de Dragão investiu contra, não antes de dá um chaveco e garantir uma noite quente.

   Inicialmente ele foi bem, mesmo quando as coisas pareciam piorar ele demonstrava seu sangue quente por lutas e superava seus inimigos. No meio disso tudo, dois heróis que foram desvalorizados por Suiryu, Max Lightning e Snake, voltam para o campo devidamente fardados, mas são facilmente derrotados mesmo após seus esforços. E aqui começamos a ver a ideia de heroísmo sendo enfatizada. Eles não voltaram por plateia, eles voltaram, pois, era seu dever, se sentiriam péssimos se não tentassem. Continuamos vendo Suiryu lutando, até que um dos lutadores recém-transformados começa a dar trabalho, até que começa a humilhar nosso talentoso artista marcial. Ao ponto que o antes brilhante, e orgulhoso, Suiryu; o homem que passou todo o torneio menosprezando os lutadores que decidiram seguir carreira de herói finalmente conheceu o medo. Gritando em desespero: “Heróis, se puderem me ouvir, venham até mim”. E claro, o famoso, e não tão bem reconhecido, Careca de Capa surge para salvar o dia. E novamente, salva com facilidade. Quando Suiryu menos percebe, o grande chefão, aquele que estava a cima do seu rival que o fez sentir medo, já estava destroçado. É dessa forma que o episódio finaliza. Com um arrogante, motivado por ego, reconhecendo o valor dos heróis quando mais se precisava de qualquer um deles. E mais, ainda pudemos ver outros heróis agindo, mesmo hospitalizados; como o amado Cavaleiro Sem Licença.

   One Punch Man nos fez relembrar o valor do heroísmo, mesmo iniciando com sua comédia e ação já conhecida. Um herói sempre vai agir, não importa o quanto o julguem. Suiryu aprendeu que não deve menosprezar o herói, afinal, eles rejeitaram a fama de artistas marciais para poder proteger as pessoas. O problema que Suiryu não enxergava assim, ele achava que os artistas seguiram outro caminho para ter mais fama. Bem, ele não estava mais errado, tanto que decidiu se tornar um herói também.

Etiquetas

Arlindo Alves

Amante de animes desde o primeiro Meteoro de Pegasus. Viciado em filmes e apaixonado por livros. Cosplayer e escritor por coração.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
1
Olá
Podemos ajudar?
Powered by
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios