Marvel Spider-Man – Crítica

Marvel Spider-Man – Crítica

 Após diversos prêmios, Marvel Spider-Man consegue surpreender diversos jogadores, com uma jogabilidade imersiva e divertida.

 O game lançado pela Insomaniac, Sony e Marvel nos coloca na pele do herói mais icônico dos quadrinhos, o jogo do Spider-Man conta com uma história inédita, que traz uma próprio “universo” além de um “novo” Peter Parker. A história do game se faz em torno de um novo vilão, o Mrs. Negative, que é famoso nos quadrinhos do Spider, mas pouco conhecido no Universo Cinematográfico; em seu enredo, encontramos personagens icônicos como Mary Jane, Tia May e até Miles Morales. 

 Em questões de jogabilidade, os controles são simples e interativos, sendo algo prazeroso jogar horas e horas sem se cansar. É importante ressaltar um detalhe importante, o jogo conta com a melhor jogabilidade de teias que já vi em jogos do Homem Aranha, se levar em conta que a mecânica de se balançar nas teias demorou nada menos que 3 anos para ser feita, um esforço que valeu a pena, já que é a característica que mais chama a atenção do jogo, se tornando algo estranho o jogador optar por usar a “viagem rápida” ao invés de ir se balançando pelos prédios e correndo pelas paredes.

 Com uma jogabilidade imersiva e uma história interessante, Marvel Spider-Man consegue fazer o jogador se sentir na pele do Teioso, podendo até ver o Twitter do herói dentro do jogo e ver o que as pessoas estão falando dele na rede social. O jogador também fica escutando alguns programas do J.J.J, que fica falando mal do herói todo o jogo, fazendo com que a pessoa tenha a melhor imersão possível na pele do Spider-Man.

Total de 33 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?