Tecnologia

Cosmonauta russo filma objetos não identificados em órbita da Terra

Agência espacial Russa irá analisar as imagens; o mais provável é que sejam satélites da constelação Starlink, da SpaceX

O cosmonauta russo Ivan Vagner, atualmente a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), teve uma surpresa ao gravar uma aurora entre a Antártica e a Austrália nesta última quarta-feira dia (19): além do belo fenômeno natural, ele também registrou cinco objetos misteriosos voando em formação em órbita da Terra.

Segundo Vagner, os objetos aparecem à esquerda no vídeo, entre os 9 e 12 segundos. O clipe é um time-lapse feito capturando uma foto por segundo, então o tempo real de observação dos objetos é de 52 segundos.

“Ainda é cedo para fazer conclusões até que nossos pesquisadores e cientistas da Roscosmos no Instituto de Pesquisa Espacial da Academia Russa de Ciências nos digam o que acham”, disse Vladimir Ustimenko, porta-voz da Roscosmos. “Foi decidido entregar o material a especialistas que irão nos dizer o que era, em sua opinião”.

“O que você acha que são? Meteoros, satélites ou…?”, pergunta o cosmonauta russo a seus seguidores no Twitter. Segundo ele, o incidente foi notificado aos administradores da Roscosmos, a agência espacial russa, e as imagens originais para a academia russa de ciências para “mais análises”.

Mesmo antes da opinião dos especialistas, a explicação mais plausível é que Vagner viu parte da constelação de satélites Starlink, que já deixou observadores na Terra confusos. Os satélites são mais visíveis quando estão em órbita baixa, logo após um lançamento, e se parecem com uma fileira de estrelas. E a SpaceX lançou um lote de satélites em 18 de agosto, um dia antes de Vagner registrar as imagens.

Etiquetas

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?