Com IA, Ceweb.br desenvolve projeto para detectar discursos de ódio

Com IA, Ceweb.br desenvolve projeto para detectar discursos de ódio

Parametrizado com um conjunto de expressões, código pode identificar declarações hostis publicadas nas redes sociais; saiba como ajudar o projeto

As recentes publicações racistas no Facebook — que geraram o grande boicote de anúncios das grandes empresas na rede social — diante do assassinato de George Floyd evidenciaram o aumento de discursos de ódio na internet. E foi pensando em conter essas manifestações que o Centro de Estudos sobre Tecnologias Web (Ceweb.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), está anunciando um projeto para detectar expressões ofensivas com o uso de inteligência artificial.

Ainda em fase inicial, o programa, que ainda conta com as parcerias da Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC) e Queen Mary University of London, consiste na categorização de discursos de ódio na internet e na criação de um código (que trabalha com a linguagem em Python) e é capaz de identificar declarações hostis expostas na rede.

O código tem como base um modelo de processamento de linguagem natural, e foi parametrizado com um conjunto de orações para detecção de manifestações de ódio. “Com isso, o algoritmo consegue identificar possíveis sentenças que possam conter algum tipo de violação ou ofensas, como racismo, intolerância religiosa ou xenofobia”, afirma Diogo Cortiz, especialista do Ceweb.br e um dos desenvolvedores do código.

Total de 135 visualizações

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?