Tecnologia

Cientistas recriam a voz de múmia egípcia de mais de 3 mil anos

Uma impressora 3D foi usada para reconstituir o trato vocal

Um grupo de cientistas publicou uma nova pesquisa que possibilitou a recriação do som da voz de uma múmia egípcia de mais de três mil anos, de acordo com a BBC.

O órgão artificial, então, foi conectado em um alto-falante e reproduziu com sucesso uma vogal na voz da múmia. Ouça logo abaixo:

Para isso, eles usaram uma impressora 3D para reconstituir o trato vocal do cadáver embalsamado, que se trata da cavidade em que o som é originado e produzido.

A múmia em questão se chamava Nesyamun e, de acordo com as inscritas em seu túmulo, ele era um escriba e sacerdote egípcio de 1.100 A.C., que cantava durante as liturgias do templo de Karnak, em Tebas.

Ele sofria de uma infecção nas gengivas que destrói gradualmente o osso maxilar e morreu de uma reação alérgica por volta dos 50 anos de idade.

As inscritas ainda falam que Nesyamun tinha o desejo de poder cantar até na vida pós-morte, e por isso os cientistas o escolheram para o projeto.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Open chat
1
Olá
Podemos ajudar?
Powered by